Dia Europeu das Fundações e Doadores

Hoje, dia 1 de Outubro, assinala-se o Dia Europeu das Fundações e Doadores, data institucionalizada pelo DAFNE (Donors and Foundations Network in Europe) – à qual pertence o Centro Português de Fundações – com o intuito de dar a conhecer ao público o impacto social das fundações.

A Fundação Portuguesa de Cardiologia, Instituição Particular de Solidariedade Social fundada a 7 de Novembro 1979, luta há mais de três décadas contra as doenças cardiovasculares (doenças cardíacas, cérebro-vasculares, Reno-vasculares e vasculares periféricas), através de acções de sensibilização e prevenção direccionadas para todas as pessoas, de todas as idades, promovendo estilos de vida saudáveis como factor essencial para a saúde do coração. Ao longo dos anos, vários têm sido os projectos que temos implementado para atingir tais objectivos.

Institucionalizado como o Mês do Coração, os 31 dias de Maio são-lhe inteiramente dedicados, com diversas iniciativas a decorrerem um pouco por todo o país. Esta é uma comemoração que já não passa despercebida, sendo várias as entidades que por iniciativa própria celebram o Mês do Coração, dando, assim, mais impacto à mensagem de sensibilização e prevenção.

Outra das datas mais marcantes no âmbito da saúde cardiovascular é o Dia Mundial do Coração, instituído pela World Heart Federation. A 29 de Setembro o mundo é alertado para aquela que constitui a sua primeira causa de morte, as doenças cardiovasculares. Em Portugal, a Fundação tem a incumbência de dinamizar as comemorações desta data, à qual se juntam diversos municípios a convite da mesma, colocando, assim, o país a mexer.

Mas há mais uma data que começa a ser reconhecida pelos portugueses. O dia 14 de Fevereiro deixou de ser apenas o Dia dos Namorados ou o Dia de São Valentim. Por iniciativa do Clube Rei Coração da Fundação Portuguesa de Cardiologia este dia passou a ser também o Dia do Doente Coronário, actualmente celebrado em toda a comunidade europeia.

Para além destas datas (as mais importantes, reconhecidas e que colocam Portugal a falar da saúde cardiovascular), decorrem anualmente outras acções, como são exemplo os rastreios. Contudo, queremos fazer mais, queremos chegar a mais pessoas, com mais impacto e com mais resultados visíveis. As escolhas que cada pessoa faz são, em última instância e sempre, suas. Porém, temos como missão informar sobre quais as melhores escolhas a fazer, pelo que trabalhamos diariamente para que, no seu dia-a-dia, opte por seguir os nossos conselhos, adoptando um estilo de vida saudável.

Contudo, este dia não é só o Dia Europeu das Fundações, é também o dia dos doadores. Nós, Fundação, contamos com parceiros, voluntários, amigos, sem os quais o nosso trabalho seria, seguramente, mais difícil. Doam de diferentes formas, mas doam de coração. O que nos fazem chegar é-nos essencial. Somos gratos por contar com o seu apoio e com o seu envolvimento, o que traduz um grande estímulo para todos aqueles que voluntariamente trabalham nesta causa.

No Dia Europeu das Fundações e Doadores reafirmamos a nossa vontade de continuar a lutar por Corações (mais) Saudáveis e esperamos poder continuar a contar com todos aqueles que nos apoiam, com todos aqueles que nos queiram apoiar e consigo!

 

Prof. Doutor Manuel Carrageta

Presidente da Fundação Portuguesa Cardiologia
Partilhar:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone