A Dieta Mediterrânica

Publicado a 7 de dezembro de 2017 

 

A Dieta Mediterrânea é reconhecida como um dos padrões alimentares mais saudáveis do mundo. Integra um conjunto de características nutricionais e alimentares que vão de encontro às nossas necessidades e a tornam perfeitamente equilibrada:

 

– Consumo elevado de cereais e derivados, produtos hortícolas e frutos;

 

– Utilização predominante de azeite para temperar e cozinhar, em quantidades moderadas;

 

– Ingestão de pequenas quantidades de peixe, aves e ovos várias vezes por semana;

 

– Culinária simples onde a sopa tem um papel importante;

 

– Preparações culinárias muito ricas em água, como os estufados, as caldeiradas, as cataplanas, os ensopados, com baixas temperaturas que diminuem a formação de substâncias prejudiciais à saúde;

 

– Várias refeições diárias, bem estruturadas e com uma clara distinção entre os alimentos do dia-a-dia dos alimentos festivos e das celebrações e datas especiais;

 

É fundamental manter estas características da nossa alimentação tradicional e preservar a identidade cultural e a gastronomia dos portugueses, bem como prevenir patologias com início cada vez mais precoce.

 

Dr.ª Elsa Feliciano 

Assessora de Nutrição da Fundação Portuguesa de Cardiologia
Partilhar:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone