Um Sopro do Coração

Publicado a 13 de março de 2018 

 

Quando o médico diz que o coração tem um sopro refere-se a um ruído que ele ausculta idêntico ao que se ouve quando assopramos as velas do bolo.

Um sopro deve-se habitualmente à passagem do sangue por uma passagem estreita. Um pouco à semelhança com o barulho que o vento faz quando passa por uma porta mal aberta ou mal fechada. O nosso coração também tem umas portas (válvulas) que de um modo geral abrem e fecham bem. Mas nem sempre isso acontece e então o médico quando coloca o estetoscópio na zona do coração ouve um sopro. São válvulas que, com os anos, vão tendo alguma dificuldade em funcionar. Um ecocardiograma pode ver qual das “portas” é que está mais emperrada.

O coração dá muitas voltas enquanto o bebé está na barriga da mãe e quando nascem pode haver alguns “acabamentos” por fazer e alguns sopros podem-se ouvir. Podem ser cardiopatias congénitas complicadas, mas muitas vezes são sopros inocentes que desaparecem com o crescimento.

 

Dr. Luís Negrão 

Assessor Médico da FPC
Partilhar:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone