Santos populares, sardinhas e saúde!

Parece mentira mas já estamos outra vez em Junho e a festejar os santos populares.

Seja a noite de St.º António, de S. João ou de S. Pedro, seja em Lisboa, no Porto em Évora ou noutro local do Pais uma coisa não faltará à festa: as fantásticas sardinhas assadas…

Antigamente mal afamado “peixe azul”, passou, graças aos avanços e conhecimentos da ciência, a alimento obrigatório na ementa de todos os que se preocupam em fazer uma alimentação saudável, devido às suas características nutricionais.

A sardinha, embora com algumas variações sazonais, é bastante rica em gordura. Na época alta podem chegar a conter mais de 10g de gordura por cada 100g. E não de uma gordura qualquer, mas de ácidos gordos ómega 3.

A gordura ómega 3 tem uma grande importância na saúde, em particular dois tipos de ácidos gordos: o DHA (ácido docosahexaenóico) e o EPA (ácido eicosapentaenóico). Dos muitos benefícios podemos destacar uma melhor saúde cardiovascular, importância na memória e desenvolvimento cognitivo, uma melhor visão e desenvolvimento ósseo.

Para assegurar a ingestão adequada deste tipo de gorduras é fundamental consumir peixes gordos 1 a 2 vezes por semana.

 

Dr.ª Elsa Feliciano

Assessora de Nutrição da Fundação Portuguesa de Cardiologia
Partilhar:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone