Portugal assume compromisso de reduzir em 25% as mortes prematuras por doenças cardiovasculares até 2025

Cerca de dois terços de mortes prematuras e um terço das doenças nos adultos estão associadas a condições ou comportamentos que tiveram início na juventude, incluindo o uso do tabaco, a falta de atividade física e alimentação pouco saudável. Atualmente, a doença cardiovascular causa 17,3 milhões de mortes por ano, sendo a principal causa de morte no mundo. Muitas destas mortes são prematuras e ocorrem antes dos 70 anos de idade, arrebatando as pessoas nos seus anos mais produtivos, o que pode causar um grande impacto financeiro e emocional nas famílias.

Nesse sentido, Portugal é um dos 194 países que assume o compromisso de reduzir em 25% até 2025 o número de mortes prematuras provenientes de doenças cardiovasculares. O Dia Mundial do Coração, que se assinala a 29 de Setembro, a Fundação Portuguesa de Cardiologia, em conjunto com outros organismos internacionais como o seja o
American Heart Association, realiza um conjunto de atividade para sensibilizar a população para a problemática das doenças cardiovasculares e para a necessidade de adotar estilos de vida saudáveis. As Comemorações deste ano decorreram sob o lema “Siga o Caminho para um Coração Saudável”.

A doença cardiovascular, que inclui doenças do coração e AVC, afeta pessoas de todas as idades e todos os grupos da população, incluindo mulheres e crianças. A maioria das doenças cardiovasculares é causada por fatores de risco que podem ser controlados, tratados ou modificados. Nesse sentido, os indivíduos devem tomar medidas pessoais para reduzir o seu risco e o das suas famílias, porque adultos saudáveis levam a famílias e comunidades saudáveis.

Como é habitual, a conferência de imprensa de arranque das comemorações, que decorreu nas instalações do Instituto Português do Desporto e Juventude,  contou com a casa cheia e algumas caras bem conhecidas do público.

IMG_9274                  20130919_115802

Partilhar:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone