Morrem mais mulheres que homens de doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares na mulher são responsáveis por mais de 20.000 óbitos por ano, devidos a AVCs e a ataque cardíaco. Morrem mais 4000 mulheres que homens por ano devido a doenças cardiovasculares, constituindo estas, a principal causa de morte das mulheres portuguesas. Saliente-se que morrem, todos os anos, nove vezes mais mulheres por doença cardiovascular que por cancro da mama.

Por isso, existe necessidade de sensibilizar a mulher para o perigo destas doenças, notadamente para a relação que existe entre os factores de risco, como o tabagismo, a hipertensão, o colesterol elevado, a diabetes e as doenças cardiovasculares.

Na mulher há mais dificuldades diagnósticas devido aos sintomas serem menos orientadores para o diagnóstico de enfarte do miocárdio. Por exemplo, na mulher, o enfarte manifesta-se muitas vezes por uma sensação de cansaço extremo em vez da tradicional dor no peito.

 

Prof. Doutor Manuel Carrageta

Cardiologista e Presidente da FPC
Partilhar:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone