FPC congratula-se com a eleição da Dieta Mediterrânica como Património Imaterial da Humanidade.

A Fundação Portuguesa de Cardiologia (FPC) congratula-se com a consagração pela UNESCO da Dieta Mediterrânica como Património Imaterial da Humanidade.

 

A candidatura de Portugal, que se juntou a mais 6 Países do Mediterrânico, foi desde o início promovida e apoiada pela FPC.

 

Mais que um padrão a cimentar, a Dieta Mediterrânica, é um estilo de vida que promove a saúde e bem estar aos indivíduos e populações.

 

A aprovação pela UNESCO é um estímulo e um desafio para que todos nos empenhemos a tornar a Dieta Mediterrânica o padrão alimentar e o estilo de vida de todos os Portugueses.

 

 

Prof. Doutor Jacinto Gonçalves

Vice-Presidente da FPC

Partilhar:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone