A Reabilitação Cardíaca

Publicado a 14 de fevereiro de 2018 

 

A reabilitação cardíaca refere-se a um conjunto de intervenções coordenadas, destinadas a optimizar a capacidade física, psicológica e social do doente, e adicionalmente estabilizar, retardar ou promover a regressão da aterosclerose, reduzindo a morbilidade e a mortalidade de doentes que sofreram um enfarte do miocárdio, têm insuficiência cardíaca ou foram submetidos a angioplastia ou cirurgia coronária ou valvular.

Participar num Programa de Reabilitação Cardíaca vai ajudar a:

1. Reduzir a mortalidade e futuras complicações cardiovasculares

2. Melhorar a qualidade de vida

3. Aumentar a capacidade física para voltar a ter uma vida ativa

4. Reduzir a doença psicológica (ansiedade e depressão) causada pela doença

A reabilitação cardíaca dá os conhecimentos e a motivação necessária para combater a progressão e complicações da doença cardiovascular. A reabilitação salva vidas!

A reabilitação cardíaca é uma das intervenções clínicas mais custo-eficazes no tratamento das doenças cardiovasculares. Por isso, é responsabilidade dos clínicos recomendar que todos os doentes elegíveis (com doença coronária, insuficiência cardíaca, etc) participem num programa de reabilitação cardíaca.

 

Prof. Doutor Manuel Carrageta

Presidente da Fundação Portuguesa de Cardiologia
Partilhar:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone