Promessas leva-as o vento

Publicado a 21 de setembro de 2018

 

Promessas leva-as o vento

 

O dia mundial do coração é já dia 29 de Setembro. Aliás todos os anos nesta data comemora-se em todo o mundo o Dia Mundial do Coração.

O tema este ano é um desafio, uma proposta, “Uma simples promessa pelo MEU CORAÇÃO, pelo SEU CORAÇÃO, por TODOS OS NOSSOS CORAÇÕES”.

Mas se calhar já fizemos tantas promessas quantos os dias mundiais do coração.

Já o proverbio diz, “promessas leva-as o vento”. O que se diz e não é escrito esquece facilmente.

Pode parecer uma perda de tempo. É uma campanha que vai “morrer na praia”.

É mais uma promessa, é mais uma vez pensar que se vai mudar e depois fica tudo na mesma.

À partida pode parecer mais do mesmo, mas que digam aqueles que agora todos os dias de manhã calçam as suas sapatilhas e fazer quase que religiosamente uma caminhada à volta do bairro, ou aqueles que decididamente deixaram de fumar de uma hora para a outra e que agora sentem-se com uma energia e uma vontade de viver sem igual.

Que digam aqueles que sem saber muito bem nem como nem porquê passaram a começar as refeições com uma sopa ou que trocaram aquelas sobremesas doces por uma uma peça de fruta.

Que digam aqueles que passaram a usar menos sal à mesa e passaram a usar ervas aromáticas e especiarias e que descobriram novos paladares e novos sabores com estas pequenas mudanças.

Perguntem-lhes quantas promessas fizeram antes da mudança ter acontecido. Perguntem-lhes quantas vezes ouviram falar de prevenção e de risco antes de terem tomado a decisão de mudarem.

É por isso que todos os anos há e vai haver o dia Mundial do Coração. Não morre na praia, nem o vento levas as promessas feitas. Sempre que uma promessa fizer é porque reconhece que podia estar melhor do que está. Já só falta coragem para mudar, uma vez que sabe que a sua vida irá melhorar.

 

Dr. Luís Negrão

Assessor Médico da Fundação Portuguesa de Cardiologia

Partilhar:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone