Mensagem do Presidente

Dia Mundial do Coração

O Dia Mundial do Coração é uma campanha internacional criada no ano, pela Federação Mundial de Cardiologia, com o objetivo de consciencializar a opinião pública que as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte e motivar a população para adotar um estilo de vida saudável.

 

O Dia Mundial do Coração é um evento anual que se realiza no dia 29 de Setembro, todos os anos. É celebrado em todo o mundo, com a realização de vários eventos e atividades que sensibilizam para a importância do estilo de vida saudável na prevenção das doenças cardiovasculares. Este ano o tema é Uma simples promessa…pelo MEU CORAÇÃO, pelo SEU CORAÇÃO, por TODOS OS NOSSOS CORAÇÕES.

 

 A Fundação Portuguesa de Cardiologia e as restantes Fundações e Sociedades, em conjunto com a Federação Mundial de Cardiologia, salientam que pelo menos 80% das mortes prematuras devido às doenças cardiovasculares (17,5 milhões), podem ser evitadas através do controlo dos quatro principais fatores de risco – tabagismo, alimentação não saudável, falta de exercício físico e abuso do álcool.

 

Os lugares onde vivemos, trabalhamos e nos divertimos não devem aumentar o nosso risco cardiovascular. Mas todos nós frequentemente não conseguimos fazer uma escolha saudável devido a não haver, nos locais que frequentamos, disponibilidade de comida saudável, áreas para fazer exercício ou espaços livres de fumo.

 

O Dia 29 de Setembro será o dia perfeito para deixar de fumar, começar a fazer exercício e aderir a uma alimentação mais saudável, com o objetivo de aumentar a sua saúde e bem-estar, assim como da sua família e comunidade.

 

A FPC convida todos os portugueses a fazer escolhas saudáveis, onde vivam, trabalhem ou se divirtam.

 

A Fundação Portuguesa de Cardiologia é uma Instituição de Utilidade Pública, de âmbito nacional, que visa fomentar a prevenção das doenças cardiovasculares e a promoção da saúde.

 

A FPC vive do trabalho de voluntários e da generosidade de mecenas, quer particulares quer empresas, dado que a FPC, sempre optou por não ter atividades comerciais, vivendo, numa palavra, de boas vontades.

 

Hoje a Fundação está estabelecida em todo o País, com delegações e núcleos, implantados não só no continente como nas regiões autónomas, com equipas de profissionais de saúde e personalidades não médicas de relevo da sociedade portuguesa, a trabalhar lado a lado, em plano de igualdade.

 

Devemos salientar que a importância das doenças cardiovasculares é enorme, se tivermos em conta, que são a principal causa de morte, em Portugal. De um total de mais de100.000 óbitos, ocorreram cerca de 35000 mortes por doenças cardiovasculares, das quais se estima que cerca de 20.000 sejam devidas a acidente cerebrovascular e 10000 a enfarte do miocárdio.

 

Prof. Doutor Manuel Oliveira Carrageta

Presidente

Partilhar:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone